image

Nós somos a Ação Cultural

Há 23 anos transformando vidas através da Cultura​

PROJETO

QUAL É A SUA CRUZ?

De volta para casa: Qual é a sua cruz?

A exposição coletiva é um recorte do acervo particular do colecionador Dr. Murillo Espínola e tem a curadoria de Daisy Estrá. Construída com uma narrativa imagética, teve sua circulação por meio do Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS/SP, com a primeira edição realizada na Estação do Metrô Tiradentes, no período de janeiro a maio de 2021. Em parceria com o Museu de Arte de São Paulo – MASP, a segunda edição foi exibida no Museu de Arte Sacra e Diversidade Religiosa de Olímpia, município paulista, de julho a outubro de 2021.

Inicialmente, a coleção surge com a aquisição da instalação coletiva de artistas mato-grossenses intitulada “Sofram Comigo”. A obra integrou o projeto de exposição “Mundo Animal – uma provocação”, do artista cuiabano Gervane de Paula, contemplado com o Prêmio Funarte – Conexão Circulação Artes Visuais, edital 2016/2018 e que circulou pelos estados de Mato Grosso, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Em seguida, o colecionador adquire novas cruzes de artistas do Centro-Oeste e sua coleção é diversificada com técnicas mistas e suportes diversos, além de reunir artistas das gerações a partir da década de 1960 até os dias atuais, que transformaram essa exposição em um conjunto de obras da alta contemporaneidade da cena brasileira.

De volta para casa, em Cuiabá, mais precisamente a exposição aporta no Museu de Arte Sacra de Mato Grosso – MAS/MT com mais obras adicionadas a exposição e traz na bagagem um convite reflexivo em torno da cruz símbolo dos libertos, dos salvos e redimidos. Qual é a cruz que cada artista nessa exposição carrega? Como dividir está cruz? Qual a cruz que estamos carregando? Qual é a cruz que devemos carregar? Qual é a cruz que devemos seguir ou negar? Ou apenas tomar consciência e lucidez da cruz que carregamos a cada dia, a cruz da vida fraterna, do discernimento, da prudência, do desapego, da convivência humana, da aceitação da própria natureza, das doenças e enfermidades.

Composta por 79 cruzes elaboradas por 56 artistas do Centro-Oeste brasileiro, a exposição traz novas cruzes, ações educativas para escolha da cruz de sua preferência por votação popular e lhe convida a participar da construção da cruz coletiva que mede 170×100 cm com intervenções em palavras, frases e/ou desenhos que possam responder à pergunta: Qual é a sua Cruz?

 

Viviene Lozi

Diretora do Museu de Arte Sacra de Mato Grosso

 

22 de janeiro de 2022

Rolar para cima